quarta-feira, 27 de maio de 2015

Paraibano da cidade de Areia vence Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu e vira promessa para Mundial

Natural da cidade de Areia, o atleta Ermesson Legal Silveira, de 30 anos, foi um dos vencedores da III edição do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, realizado no último final de semana, no Rio Grande do Norte.

Com o êxito, o paraibano agora virou uma promessa para levar o nome da Paraíba até o cenário Internacional, no Mundial de Jiu Jitsu, que acontece na Califórnia (EUA).

O evento está agendado para maio de 2016 e deve reunir atletas de todo o mundo, entre eles o Maior Campeão de Brazilian Jiu-Jitsu da história, Roger Gracie.

Atleta há mais de 15 anos, o areiense traz na bagagem uma trajetória de vitórias, contabilizando mais de 30 medalhas, fruto de competições locais, regionais e até nacionais.


(PB Agora)

Biografia de Ronaldo Cunha Lima será lançada em JP e Campina Grande

A amizade de seis décadas entre Ronaldo Cunha Lima e o primo e presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras, Diógenes da Cunha Lima, virou livro. Com lançamento marcado para esta quinta-feira (28), em João Pessoa, na Academia Paraibana de Letras, às 19h, Diógenes vai disponibilizar para o mercado a biografia “Ronaldo Cunha Lima – Um Nordestino de Todo Canto”. A obra é editada e distribuída pela Editora IMEPH, de Fortaleza, e vem acompanhada de CD com entrevista do biografado no programa “Memória Viva”, da TV Universitária da UFRN.

No dia seguinte será a vez de Campina Grande sediar o lançamento, no Museu de Arte Popular da Paraíba, a partir das 18h.

O livro tem mais de 300 páginas e nele o narrador mostra o perfil de um político-poeta através de fragmentos literários, cartas, bilhetes, poemas, entrevistas e depoimentos. O autor garante que não faltará interesse na publicação, além de ter tom descontraído. Os leitores podem esperar histórias e confissões afetuosas. “É uma biografia sem fel e sem lágrimas, marcada pela poesia e por histórias preciosas que dão contorno à rica personalidade de Ronaldo”, declara o autor.

O Poeta

Advogado, promotor de justiça, professor, poeta e político, Ronaldo da Cunha Lima também fez carreira como escritor, chegando a assumir a cadeira de número 14 na Academia Paraibana de Letras em 1994, além de ser lembrado para a Academia Brasileira de Letras entre os imortais. Era apaixonado por poesia, sobretudo pela obra do também paraibano Augusto dos Anjos. Em 1988, venceu o programa “Sem Limite”, da Rede Manchete, com perguntas sobre a vida e obra do poeta do EU.

O Autor

Diógenes da Cunha Lima é autor de “Câmara Cascudo - Um Brasileiro Feliz”, que já se encontra em sua 4ª edição; “Livro das Respostas” (um diálogo onírico com o Pablo Neruda de “Libro de las preguntas”); “Natal – Uma Nova Biografia”; “Memória das Águas”; e “O Trem da Minha Vida”, entre outros livros. Recentemente participou do Salon Du Livre de Paris.

Do Portal Correio





Professores do Campus de Areia e Bananeiras aprovam proposta de greve

Esta semana será de importantes decisões para a categoria docente. Nesta terça-feira (26) os professores da UFPB do Campus de Bananeiras e de Areia se reuniram em uma nova rodada de assembleias para analisar a proposta do Andes – Sindicato Nacional de deflagração de uma greve por tempo indeterminado nas universidades federais.

Os professores do Campus de Bananeiras, em assembleia na manhã de hoje, apoiaram a deflagração de greve por tempo indeterminado a partir do dia 28/5, com 31 votos a favor, 12 contrários e apenas 3 abstenções.

O os docentes do Campus de Areia também foram a favor da greve com 38 votos favoráveis e 11 contrários. A reunião aconteceu na parte da tarde.

Nesta quarta-feira (27) será a vez dos professores dos campi I (Cidade Universitária e unidade do CCJ em santa Rita), IV (Litoral Norte) e V (CTDR, em Mangabeira) realizarem assembleia no auditório da Reitoria, a partir das 9h.

A decisão de paralisar as atividades nas universidades federais foi tomada na última reunião do Setor das Ifes do Andes-SN, em Brasília, no dia 16 de maio. A deflagração da greve em cada instituição depende, ainda, da decisão da base, ou seja, das assembleias gerais nos estados. No caso da UFPB, as datas da próxima rodada (26 e 27 de maio) já haviam sido definidas na assembleia anterior, realizada no dia 13 de maio.

“Chamamos os professores em todo o país a participarem das assembleias que serão realizadas para tratar da deflagração da greve. A hora é agora, as universidades e demais instituições federais de ensino estão à míngua, sem condições de funcionamento, enquanto o governo anuncia que vai promover mais cortes”, conclamou o presidente do Andes-SN, Paulo Rizzo, na reunião do Setor das Ifes, da qual participaram representantes de 43 seções sindicais.

Bananeiras Online








Professores da UFPB decidem entrar em greve por tempo indeterminado

Imagem: Internet
Os professores da Universidade Federal da Paraíba, em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (27), decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (28).

A assembleia aconteceu em João Pessoa e reuniu os professores dos campi I (Cidade Universitária e unidade do CCJ em santa Rita), IV (Litoral Norte) e V (CTDR, em Mangabeira). O resultado terminou com 277 votos favoráveis à greve, enquanto que 215 votaram contra. Houve ainda 6 abstenções.

Os professores dos campi de Bananeiras e de Areia decidiram, em assembleia realizada ontem (26), pela deflagração da greve por tempo indeterminado. Bananeiras teve 31 votos a favor, 12 contrários e apenas 3 abstenções, em Areia foram 38 votos favoráveis e 11 contrários. Somando com Areia e Bananeira foram 346 votos favoráveis, 238 contrários e 9 abstenções. Os professores da UFCG decidiram, na semana passada, pela não deflagração da greve, com 178 votos contra e 174 votos a favor e 4 abstenções.

A categoria reivindica reestruturação da carreira dos professores, reajuste linear para os servidores públicos de 27,3%, melhores condições de trabalho, valorização de ativos e aposentados, entre outros direitos.


Bananeiras Online

Governo prevê aumento de R$ 1 no salário mínimo em 2016, a R$ 855

Imagem:Internet
O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, estimou um crescimento menor do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2016 e, também, subiu a previsão para o salário mínimo em R$ 1 para o ano que vem, passando de R$ 854 para R$ 855 – o valor de R$ 854 constava da proposta para a LDO de 2016, entregue em abril ao Legislativo.

Em relação ao valor atual do salário mínimo, de R$ 788, a nova previsão, para vigorar em 2016, representa um aumento de R$ 67.

De acordo com as novas estimativas para o próximo ano, trazidas pelo ministro do Planejamento, o Produto Interno Bruto (PIB) deverá registrar crescimento de 1% no ano que vem. No início de abril, quando foi divulgado o projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, o primeiro passo para o orçamento do ano que vem, documento que já foi enviado ao Legislativo, a previsão oficial de crescimento do PIB do ano que vem estava em 1,3%. Barbosa participa nesta quarta-feira (27) de audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional.

Para 2017 e 2018, a estimativa oficial do governo para o crescimento da economia brasileira não se alterou, permanecendo em altas de de 1,9% e 2,4%, respectivamente, para o Produto Interno Bruto (PIB). Para este ano, o governo confirmou que prevê uma retração de 1,2% no PIB – o que, se confirmado, será o maior recuo em 25 anos.

Salário mínimo

Ao mesmo tempo, o governo também passou a projetar um salário mínimo um pouco mais alto. Em abril, no projeto da LDO, o Ministério do Planejamento estimava um salário mínimo de R$ 854 para valer a partir de janeiro do ano que vem – com pagamento em fevereiro. Nesta quarta-feira, a nova estimativa do governo é de que o salário mínimo, para vigorar no próximo ano, será de R$ 855.

“O cenário macroeconômico [com estimativas para o PIB, inflação e salário mínimo] é revisado a cada dois meses pela junta de execução orçamentária, formada pela Fazenda, Casa Civil e pelo Ministério do Planejamento. O cenário feito pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, que fica muito próximo do que o mercado aponta”, afirmou o ministro Nelson Barbosa no Congresso Nacional.

Valor atual e formato de correção

Atualmente, o salário mínimo, que serve de referência para mais 46 milhões de pessoas no Brasil, está em R$ 788. A correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados, mas somente se o PIB tiver crescimento. Essa fórmula valia até este ano, mas, recentemente o governo enviou uma Medida Provisória ao Congresso estendendo o formato até 2019.

Previsão para o mínimo em 2017 e 2018

Para 2017 e 2018, respectivamente, a nova estimativa do governo federal para o salário mínimo é de R$ 901,6 e de R$ 961. Em abril deste ano, no projeto da LDO do ano que vem, a previsão do governo para o salário mínimo estava em R$ 900,1 e de R$ 961 para 2017 e 2018, respectivamente.

Inflação em 5,6% em 2016

Embora tenha subido sua previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2015 de 8,2% para 8,26% para 2015, informação já divulgada na semana passada, a estimativa do governo para o comportamento da inflação em 2016, 2017 e 2018 não se alterou frente a abril.

Deste modo, permanece, respectivamente, em 5,6%, 4,5% e 4,5%. “Haverá alta da inflação neste ano e queda mais forte no ano que vem. O Banco Central trabalha para trazer para o centro da meta de 4,5% no ano em 2016″, declarou o ministro do Planejamento no Congresso Nacional.


G1

CIDADE DE GUARABIRA: Bispo Diocesano Dom Lucena faz novo remanejamento de padres na Diocese de Guarabira

Dom Lucena/Bispo da Diocese de Guarabira PB
O Bispo da Diocese de Guarabira, Dom Lucena, acaba de confirmar novo remanejamento de padres na circunscrição diocesana.

O anúncio foi feito durante celebração da Santa Missa neste domingo, 24, na catedral de Nossa de Senhora da Luz.

Dom Lucena anunciou que o Padre Joaquim Felipe, da Paróquia Santa Ana de Tacima e Riachão, será transferido para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Areia, onde auxiliará o atual pároco Monsenhor José Nicodemos.

O recém-ordenado Padre Kleber Rodrigues Oliveira seguirá para Tacima e Riachão onde será vigário paroquial e ajudará o administrador paroquial Padre José Antonio.

As alterações nas paróquias fazem parte da dinâmica pastoral diocesana e são utilizadas quando o Bispo entende que há necessidade para tal.

(Rafael San-Pascom-Focando a Noticia)


Vacinação contra a gripe é prorrogada na Paraíba

Imagem:Internet
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) prorrogou até 5 de junho a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, que terminaria nesta sexta-feira (22), para promover um alcance maior do público-alvo em toda a Paraíba.

Em todo estado, a vacina está sendo oferecida em 1.042 postos fixos e em 740 postos volantes, das 8h às 17h. São mais de seis mil profissionais de saúde envolvidos na campanha.

A meta da campanha é vacinar 80% da população de 850.986 pessoas, entre crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes (em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; população indígena; idosos (a partir dos 60 anos); população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a exemplo de hipertensão, diabetes, doenças cardíacas e respiratórias.

“Estamos seguindo a orientação do Ministério da Saúde para todos os Estados do País. Ainda não atingimos a meta, mas está semelhante ao que acontece todos os anos, já que, geralmente, a campanha é prorrogada e, possivelmente, passaremos dos 80% durante este novo prazo”, disse a chefe do Núcleo Imunização, da SES, Isiane Queiroga.


MaisPB

Prefeito confirma realização de mais um concurso público em Guarabira

Zenobio Toscano/Prefeito de Guarabira PB
O prefeito Zenóbio Toscano confirmou que a administração “Compromisso com o futuro” realizará mais um concurso público em Guarabira. O certame será voltado principalmente para cargos como agentes de saúde e endemias, médicos especialistas, e educadores físicos para as novas academias de saúde a serem instaladas no município, entre outros. Algumas vagas terão o intuito de preencher cargos que não o foram no último concurso realizado em 2013.

Todo o processo será conduzido pela Comissão Permanente de Concursos – CPCON (Até então COMVEST) da Universidade Estadual da Paraíba, que também realizou o último exame na cidade. Concurso esse que foi elogiado pelo Tribunal de Contas do Estado, usando-o como referência para outros municípios haja vista sua idoneidade. Segundo Zenóbio, a previsão é de que os trabalhos para a realização do concurso comecem no mês de agosto próximo.

Em se tratando de concurso, a Prefeitura já está licitando todo o fardamento, equipamentos, veículos e materiais necessários para trabalho dos agentes de trânsitos que foram classificados na concorrência de 2013 e serão convocados em breve para exercerem a função.

Pavimentando o progresso

O programa de calçamento de ruas “Pavimentando o progresso” já está sendo planejado para ser colocado em prática. Nesta terça-feira (26) a gestão “Compromisso com o futuro” começará o levantamento das vias que estão faltando. De acordo com o prefeito, onde não há rede de esgotamento sanitário a pavimentação será feita com recursos próprios da gestão, e onde há será feito através de emenda ao Orçamento Geral da União que já está garantida.

No próximo domingo (31) a Prefeitura fará a inauguração de ruas que foram calçadas no Conjunto Mutirão através de parceria público-privada com o Grupo Almeida. Na ocasião haverá uma bela festa com toda a tradicional estrutura já reconhecida pela população, com parques infláveis para as crianças, distribuição de picolés, algodão-doce e pipoca. Assim como a entrega no novo campo de peladas da comunidade.
***

#Institucional #Política

Segmento_Institucional,Política
cadernodematerias.com

São João de Solânea será nos dias 21, 22 e 23 e terá presença de Os Gonzagas do Super Star

O São João de Solânea já está confirmado para os dias 21, 22 e 23 de junho e desta vez, conta com um formato reduzido e mais voltado para a regionalidade, o que é característica da Festa Junina de raiz.

Devido à situação hídrica da região, o São João será realizado, porém de maneira mais econômica, recebendo artistas mais acessíveis e da terra, como o cantor solanense Kelson Kizz.

Entre as atrações, a festa conta com as presenças de Solteirões do Forró e Eliane. Há destaque para Os Gonzagas, grupo paraibano que participa do Super Star da Rede Globo.

Confira abaixo a programação

Dia 21 (domingo): Banda Encantu’s, Eliane, Ronaldo Cipriano e Jurandy da Feira;

Dia 22 (segunda-feira): Solteirões do Forró, Netinho Lins e Kelson Kizz;

Dia 23 (terça-feira): Forró dos Plays, Os Gonzagas e Forró Saudade.



Paraíba já perdeu em quatro anos de seca 3 bilhões de metros cúbicos d’água

Barragem Saulo Maia/Areia PB
A Paraíba já perdeu nos quatro anos de seca que castiga o Estado, cerca de 3 bilhões de metros cúbicos d'água, o equivalente a 80% da capacidade total dos 121 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Os mananciais hoje acumulam no total apenas 780 milhões, que equivale a 20,83% dos 3.744.547.815 bilhões, que é a capacidade máxima de todos os mananciais monitorados.

Em 2011, por exemplo, as 121 barragens acumulavam cerca de 3,5 bilhões de metros cúbicos d'água, quase 100% da capacidade total de reserva total de 3,7 bilhões). Passados quatro anos a Paraíba tem hoje 3 bilhões de metros cúbicos d'água a menos, portanto, somente 20,83% de toda sua capacidade de reserva hídrica.

De acordo com a Aesa, hoje existem 48 reservatórios com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total; 38 açudes com menos de 20% do seu volume total e 39 reservatórios em situação crítica (menor que 5% do seu volume total), ou seja, secos.


Também em 2011, a Aesa registrou que 38 barragens sangraram no inverno, inclusive o açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, com seus 411,6 milhões de metros cúbicos, além da barragem Acauã, em Itatuba, que atingiu a capacidade máxima de 253 milhões de metros cúbicos.

O complexo Coremas/Mãe D'Água, maior manancial do Estado, está com apenas 241 milhões de metros cúbicos d'água, quando sua capacidade total soma pouco mais de 1,1 bilhão. Essa barragem, gerenciada pelo Departamento de Obras Contra a Seca (DNOCS), já teve capacidade máxima de 1 bilhão 358 milhões de metros cúbicos d'água.

Em 20 de junho de 2011, o volume total acumulado no Estado era cerca de 3,3 bilhões. Em 2015, quase quatro anos depois, o Epitácio Pessoa está com apenas 18,8% de seu volume total e a barragem Acauã com 16,5%.

Neste ano apenas quatro (Curimatau, Gramame, Baixo Paraiba e Mamanguape) das 15 Bacias Hidrográficas da Paraíba estavam com segurança hídrica de 85.4% a 96.7% de água em seus açudes e barragens. Hoje, os melhores percentuais estão nos patamares de 77,4% 77,1%. Na região de Taperoá, no Cariri, a bacia hidrográfica está com apenas 4,6%.


No ano de 2013, no dia 3 de abril, a Aesa registrava volume total nos 121 açudes de 1.451.893.540 (1,4 bilhão). Bem menos da metade acumulada no ano de 2011.


Em fevereiro de 2014 o volume total havia caído para 1.098.774.080 (1,1 bilhão de metros cúbicos d'água). Passados um ano e três meses nossa reserva hoje está em 780 milhões de metros cúbicos d'água.

Ações governamentais - O Governo do Estado está monitorando os mananciais com mais vigor para proibir desvio de água para irrigação e desperdício. Mais de 700 km de adutoras estão sendo construídos e o Canal Acauã-Araçagi, com extensão de 112,4 km vai receber águas do São Francisco e garantir água para 600 mil paraibanos de 38 cidades, além de assegurar irrigação de 16 mil hectares. Carros-pipa, perfuração de poços e implantação de cisternas são outras medidas emergenciais em andamento. Falta o governo federal reconhecer a importância do Nordeste e a urgência para que sua população um dia tenha segurança hídrica. Fortes apelos têm sido feitos a presidente Dilma Rousseff para que não haja cortes nos financiamentos das obras e ações na área hídrica. Essa é a pauta mais urgente dos tempos atuais.

Portal Arara

Fonte : Click PB

Falta de água teria levado empresa a dar férias coletivas a 4 mil funcionários na Paraíba

Informações foram confinadas por funcionários; por meio de nota, a Alpargatas informou que “está concedendo férias coletivas aos empregados das unidades de Campina Grande e Alagoa Nova, em virtude da adequação da produção à demanda de mercado”

Imagem: Internet


Empregados da Alpargatas disseram nesta terça-feira (26) que cerca de 4 mil funcionários da empresa terão férias coletivas de 1 a 15 de junho em Campina Grande e um dos motivos seria o racionamento de água na cidade. Em nota, a Alpargatas não deu detalhes do caso e disse apenas que as férias coletivas ocorrem para "adequação da produção à demanda de mercado”. O assunto está repercutindo nas redes sociais e grupos de WhatsApp e, entre os comentários, citam que a Embratex/Coteminas também teria tomado a mesma iniciativa.

Na Alpargatas, funcionários disseram que os motivos seriam as vendas fracas e o estoque parado, o que motivou a paralisação da produção por 15 dias. Outro assunto levantado foi a falta de água na cidade, que estaria prejudicando a produção das fábricas na região. A empresa tem 11 mil funcionários em unidades instaladas nas regiões de João Pessoa e Campina Grande.

Por meio de nota, a Alpargatas informou que “está concedendo férias coletivas aos empregados das unidades de Campina Grande e Alagoa Nova, em virtude da adequação da produção à demanda de mercado”. Não foram repassados mais detalhes, como se a crise hídrica seria um motivo ou quantos funcionários estão saindo em férias.

Quanto à Embratex/Coteminas, também citada em comentários de internautas pela mesma situação, a direção da empresa não foi encontrada para comentar o caso.

Campina Grande e outras cidades próximas, da mesma região, são abastecidas pelo açude de Boqueirão, que tem cerca de 20% da capacidade total de armazenamento.

Devido à falta de chuvas e a baixa nesse reservatório, o racionamento vai ser expandido na cidade, que já fica sem água nas torneiras por dois dias na semana.



Do Portal Correio

Frei Anastácio solicita recuperação de barragens no Brejo

Deputado Estadual Frei Anastácio
O deputado estadual Frei Anastácio (PT) enviou ofício ao governador do estado solicitando providências – através dos órgãos estaduais competentes-, para desassoreamento das barragens Araçagi e Vaca Brava, na Região do Brejo. “Fiz essa solicitação, a partir da constatação de que esses dois mananciais estão precisando ser recuperados para poderem armazenar água”, disse.

Frei Anastácio ressaltou que as duas barragens são de estrema importância para aquela região. Vaca Brava foi construída para abastece as cidades de Esperança, Remígio e os distritos de Cepilho, Lagoa do Mato e São Miguel, com capacidade para quase quatro milhões de metros cúbicos de água. Já Araçagi tem capacidade para 63 milhões de metros cúbicos de água e foi construída para beneficiar 180 mil pessoas na região do Brejo.

Mas, segundo o deputado, os dois mananciais estão assoreados. Mesmo que as precipitações meteorológicas sejam favoráveis, as duas barragens não possuem condições para armazenar água. Dessa forma, precisam de um trabalho urgente para que voltem as suas capacidades de armazenamento.

Frei Anastácio lembrou ainda que todas as cidades do Brejo estão enfrentando problema com o abastecimento de água, segundo a própria Cagepa. “Em algumas delas, a exemplo de Remígio e Esperança, a situação é mais grave porque o sistema de abastecimento entrou em colapso total”, afirmou.


Durante o discurso que realizou, na tribuna da Assembleia, Frei Anastácio solicitou que a presidência da casa também fizesse esse mesmo apelo ao governador do estado.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Homem morre atropelado na Usina Santa Maria município de Areia


Imagem: Internet
Um homem foi atropelado na manhã desta quarta-feira no trevo da usina Santa Maria zona rural do município de Areia. De acordo com as primeiras informações que nos passaram o corpo foi encontrado com a cabeça esmagada e até o momento não se tem notícias de quem teria atropelado já que no local do acidente não se encontrava nenhum veículo.



Ainda de acordo com as primeiras informações o homem reside na Usina Santa Maria.

Ivenildo Sales da Redação do www.seligapiloes.com

quarta-feira, 20 de maio de 2015

TCE’S QUEREM QUE CORRUPÇÃO SE TORNE CRIME HEDIONDO NO BRASIL

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) enviou à Presidência da República e ao Congresso Nacional um documento contendo 15 medidas para tornar mais efetivo o combate à corrupção no Brasil. Entre as medidas, é pedido que a corrupção se torne crime hediondo.

Segundo o presidente da entidade, conselheiro Valdecir Pascoal, que também é presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), a diretoria trabalhou durante vários dias na elaboração da.

A proposta sugere mudanças na Lei da Ficha Limpa, para estabelecer como hipótese de inelegibilidade a não aplicação pelos gestores públicos dos valores constitucionais mínimos em educação, que é considerada pela entidade uma grande vacina para combater à corrupção.


Correio da Paraíba

Governo prepara novo aumento de impostos

Imagem:Internet
O governo pretende combinar os cortes em gastos previstos no Orçamento deste ano com uma nova rodada de aumento de impostos. O objetivo da medida, preparada pelo Ministério da Fazenda, é reforçar o ajuste fiscal e afastar o risco de rebaixamento da nota de crédito do Brasil.

A presidente Dilma Rousseff começou a discutir neste domingo, 17, o tamanho do contingenciamento, que será definido após negociações nesta semana com o Congresso. O corte deve ser da ordem de R$ 70 bilhões.

Os ministros Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento) e Aloizio Mercadante (Casa Civil), que compõem a junta orçamentária, levaram propostas distintas à reunião de quatro horas, no Palácio da Alvorada. Hoje, o tema será retomado na reunião de coordenação política do governo.

Levy apresentou uma estimativa de corte mais elevada, de R$ 78 bilhões, que compensaria as perdas aplicadas pelos parlamentares no ajuste fiscal.
As modificações feitas pela Câmara nas medidas provisórias que alteram benefícios trabalhistas e previdenciários incluíram desde restrições mais leves que as pretendidas pela equipe econômica no seguro-desemprego e na pensão por morte até a flexibilização do fator previdenciário, criado para poupar gastos do governo com aposentadorias.

Mercadante defendia um contingenciamento grande, mas não superior a R$ 60 bilhões no total, de forma a não paralisar completamente a máquina federal.

É uma posição mais próxima daquela do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, que passou os últimos dois meses se reunindo com ministros e secretários do governo para definir, com cada pasta e autarquia, os limites orçamentários.

Na Fazenda, a avaliação é que quanto menor for o corte, maior será a necessidade de “complementação” com aumento de impostos. Prevalecendo a visão de Levy sobre o corte, a decisão deve gerar atritos com o PT, cujos parlamentares defendem um ajuste menos amargo.

Entre os auxiliares de Dilma, a defesa de Levy por um bloqueio mais severo tem por objetivo não só acenar aos agentes financeiros, mas também proteger as contas públicas de eventuais alterações promovidas pelo Congresso no projeto de lei que revê a política de desoneração da folha de pagamento, outra medida fundamental para fechar as contas oficiais.

O martelo sobre a amplitude do contingenciamento só deve ser batido após a votação desta proposta na Câmara, prevista para ocorrer às vésperas do anúncio dos cortes, nesta semana.

Na definição de um ministro, o ajuste e o contingenciamento são “inversamente proporcionais”, por isso, o governo vai esperar ao máximo as votações do Congresso.

A votação do projeto da desoneração é vista no Planalto como “Dia D” do ajuste fiscal – por mexer com interesses de diversos setores econômicos, é maior o risco de o texto ser desconfigurado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Blog do Gordinho




PB tem 39 açudes secos e Estado se reúne com Agência Nacional de Águas para discutir ações

Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão
Dos 124 açudes monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) na Paraíba, 48 estão com capacidade armazenada superior a 20% do volume total, 37 estão com menos de 20% e 39 com menos de 5%. Uma reunião nesta quarta-feira (20) deve debater a situação hídrica da Paraíba, com a participação da Agência Nacional das Águas, parlamentares, Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) e de autoridades do governo do Estado.

Durante a reunião, a Aesa apresenta a situação hídrica da Paraíba e as ações desenvolvidas pelo governo do Estado para minimizar os efeitos da estiagem. Já a Cagepa traz a situação atual do esgotamento sanitário das cidades localizadas na bacia hidrográfica do rio Paraíba.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba vai discutir a situação do açude Epitácio Pessoa com a Agência Nacional das Águas (ANA) e deputados da Frente Parlamentar da Água da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (20). O encontro, organizado pelo governo do Estado, é realizado às 9h desta quarta (20), no Colégio Estadual da Prata, em Campina Grande.

“Nos últimos quatro anos, não tem chovido o suficiente para que sejam feitas recargas significativas nos nossos reservatórios. As chuvas são irregulares e muitas vezes abaixo da média histórica. Daí o açude Boqueirão ter chegado a esta situação preocupante, assim como é em vários reservatórios do Nordeste”, ressaltou o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva.

O açude Epitácio Pessoa está localizado na cidade de Boqueirão, abastece Campina Grande e 20 municípios vizinhos e está 19,1% da capacidade máxima. O reservatório tem capacidade para mais de 411 milhões de metros cúbicos e atualmente está com 80 milhões de metros cúbicos. Ele faz parte da bacia hidrográfica do rio Paraíba, a segunda maior do estado.

Portal Correio




Homem é flagrado caminhando nu na PB-063 em Alagoinha

Um homem foi flagrado caminhando totalmente nu em um trecho urbano da rodovia PB - 063, em Alagoinha, Próximo ao Trevo que dá acesso à cidade de Mulungu, na manhã desta terça-feira (19).

A Polícia Militar (PM) foi acionada por pessoas que passava pelo local e viram o homem, que aparentava ter entre 40 e 45 anos.

De acordo com informações, o homem aparentava ter problemas mentais e não soube responder por que estaria caminhando pelado na rodovia.

Ainda de acordo com informações, a Polícia procurou os familiares do Homem, que reside no Sítio Balancinho, para comunicar sobre o acontecido.


Blog do Cristiano Alves

Mães acusam diretor de escola de “destruir sonhos” das crianças, em Belém

Escola de 1º Grau Felinto Eliz/Belem PB
O que deveria ser uma advertência comum, de um vice-diretor aos alunos, se tornou um pesadelo para pais e alunos de uma Escola Estadual, em Belém, na Região Metropolitana de Guarabira. O professor foi acusado pelos alunos de questionar seus sonhos profissionais se baseando no tipo físico e condição financeira dos mesmos. Algumas crianças não querem voltar para a escola. .

O case aconteceu a duas semanas na Escola de 1º Grau Felinto Eliz.

Segundo os pais, o professor Henrique Filho tomava como exemplo a profissão que as crianças sonham ter no futuro e dizia que não seriam “nem aqui nem no inferno”, pois não eram filhas de pessoas ricas, por exemplo.

Foi assim com o filho da dona de casa, Francineide Sabino, de dez anos, que segundo os pais, questionado pelo vice-diretor, afirmou que queria ser fazendeiro. O professor teria replicado questionando se ele era filho de pessoas ricas, ele disse que não e o professor afirmou, segundo os pais, que ele só seria fazendeiro se casasse com uma mulher rica ou ganhasse namega-sena caso contrário não seria “nem no inferno”.


Francineide relatou que o comportamento do filho mudou depois do ocorrido. (Foto: Joab Freire / Nordeste1)
Francineide falou ao Nordeste1 que o comportamento do filho mudou depois do ocorrido. “Ele ficou assustado e não queria ir para o colégio. Eu fui falar com Henrique e ele ficou assustado, ficou com medo da reação do pai”, disse.


O filho de Rosinete improvisou um aparelho de ginástica após ter sido taxado de gordo. (Foto: 
Joab Freire / Nordeste1)
E ele foi além, segundo a costureira, Rosinete de Sena, mãe de outro menino de onze anos. Seu filho, disse ao professor que sonhava ser policial e Henrique teria respondido que o mesmo não seria, pois era gordinho.

Segundo a mãe, o menino passou a praticar exercícios em casa dizendo que quer emagrecer. “Ele chegou a improvisar uma maromba com um cabo de vassoura e garrafas com areia”, relatou.


PROFESSOR DIZ QUE HÁ DISTORÇÕES
O professor disse que estava querendo incentivar os alunos. (Foto: Joab Freire / Nordeste1)

 O Nordeste1 procurou o professor Henrique Filho, que é vice-diretor na escola desde 2011.
Ele negou as acusações e disse que apenas tomou como exemplo o caso do garoto que queria ser fazendeiro para dizer que as crianças precisam estudar.

Henrique disse ter explicado à criança que não é necessário estudar para ser fazendeiro, pois só havia três possibilidades, ou nascia numa família rica, ou era bonito para casar com a filha de um fazendeiro ou se ganhava na mega-sena. Caso contrário, seria somente estudando.

“A gente, como filho de pobre, só temos uma chance na vida é estudando muito, entrar numa profissão e conseguindo com isso realizar nossos sonhos. Se não for assim, companheiro, nem eu nem você será fazendeiro nem aqui nem no inferno”, relatou o professor.

O motivo da “bronca” teria sido o resultado de um simulado em que os alunos tiveram baixo rendimento. Contudo, ele reconheceu que a palavra “inferno”, que usou com os alunos, não é apropriada.

“Essa problemática surgiu por conta de uma prova que nós fizemos na escola, um simulado com todas as questões que as crianças tinham estudado, nós passamos em todas as turmas para explicar para as crianças que se que se aquela prova no momento fosse uma prova de vestibular com as notas baixas elas não conseguiriam adentrar numa faculdade que elas queriam”, explicou.

Ele negou ter se referido à forma física dos aluno que queria ser policial. “Eu não adentrei na questão física, da questão de ser gordo, o que eu disse era que para ser policial do Bope deveria estudar muito”, disse.

Henrique atribuiu o discurso contrário dos pais das crianças ao fato da notícia ser veiculada, primeiramente, numa rádio local do município, que segundo o mesmo, faz oposição ao seu projeto político. Para ele a interpretação foi distorcida. “O que está acontecendo é uma distorção de interpretação. A realidade é outra”, declarou.

CONSELHO VAI APURAR


Lucinha disse que vai ouvir o professor e observar o comportamento das crianças. (Foto: Joab Freire / Nordeste1)
O Conselho Tutelar tomou conhecimento do caso através da imprensa e uma mãe procurou o órgão para cobrar providências, segundo a conselheira, Lucinha Moura.

Ela lamentou o ocorrido e diz que a partir das denúncias veiculadas na rádio, e demais veículos, vai encaminhar o caso ao Ministério Público. “Faremos um apanhado de todo o que ouvimos através da rádio, depois nós vamos encaminhar ao ministério público”, explicou.

Lucinha disse que vai ouvir o professor e observar nas crianças o comportamento apontado pelos pais e caso haja necessidade, um psicólogo acompanhará as mesmas. “Vamos conversar com ele e acompanhar as crianças, se for preciso, vamos encaminhar para um psicólogo e fazer o que eles voltem para escola”, concluiu.

Nordeste 1






sexta-feira, 15 de maio de 2015

Anastácio denuncia que prefeituras estão alugando as máquinas do PAC

Deputado Frei Anastacio
O deputado estadual Frei Anastácio (PT) denunciou, hoje (13), no plenário da Assembleia Legislativa, que prefeituras do interior do Estado estão desviando a finalidade do uso das máquinas do PAC2, e até alugando para serviços particulares. “Algumas prefeituras recebem as máquinas do PAC, mas elas não servem para sua real finalidade que é para a zona rural e os trabalhadores da reforma agrária. Só para a Paraíba, foram entregues 1.059 máquinas/equipamentos, totalizando 276 milhões de reais para 201 municípios”, frisou o parlamentar.

Na Portaria de número 30, de 23 de abril de 2014, emitida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que a doação dessas máquinas é para abertura, recuperação, readequação e conservação de estradas vicinais na zona rural de municípios com predominância de agricultores familiares,  conservação das estradas vicinais, importantes para o escoamento da produção e para a segurança do tráfego nos pequenos municípios, limpeza de açudes, construção de barragens subterrâneas, cacimbas, fossas, cisternas para mitigação dos efeitos da seca nas regiões do semiárido.

“Em vez de servir os trabalhadores para ações importantes, até de produção de alimentos, estão usando as máquinas para carregar lixo urbano domiciliar. Os prefeitos usam o argumento de que não possuem recursos para manter as máquinas”, ressaltou Frei Anastácio.

O parlamentar também citou exemplos de que o problema se agrava por causa de má gestão. “O açude de Cepilhos, distrito de Areia, servia para abastecer 22 municípios polarizados por Esperança, mas hoje se encontra assoreado. Ele poderia ser recuperado para dar suporte aos moradores daquela região que estão em colapso total de água, mas ninguém move uma palha para resolver”, declarou.

Em relação ao açude Araçagi, o deputado disse que recebeu denúncias de que aquele reservatório está completamente poluído com esgoto, além de receber dejetos do matadouro local. Para Frei Anastácio, as ações são para ser feitas com urgência e é preciso o comprometimento da União, do governo do estado e dos gestores municipais, e que não adianta ir para Brasília, exigir medidas do Ministério da Integração, sem antes a frente apresentar um claro projeto para curto prazo.

“O que os municípios, governo do estado e governo federal estão fazendo para solucionar esses problemas que afetam o povo da Paraíba? Os recursos estão sedo mal geridos e se não mudar a forma de administrar esses recursos, precisaremos ser mais enérgicos para reestabelecer o que é de direito do povo paraibano”, enfatizou.

portalmidia. net


Aporte de 32,4 mi de dólares deve socorrer vítimas da seca na Paraíba

O Governo da Paraíba, a partir do segundo semestre deste ano, por meio do Projeto Cooperar, vai implantar iniciativas de convivência com a estiagem nos 100 municípios considerados mais castigados com a falta de água, com menor Índice de Desenvolvimento Humano, maior perda de safras e ainda os que apresentam maior índice de aridez.
A Redução da ‘vulnerabilidade agroclimática’ faz parte de um dos componentes do Projeto Paraíba Rural Sustentável, que está em fase de elaboração para assinatura de acordo de empréstimo com o Banco Mundial no início do segundo semestre, com vistas à execução pelo Cooperar.
Está previsto o aporte de recursos no valor de US$ 32,4 milhões (R$ 97,5 milhões), que serão aplicados em mais de 500 subprojetos de água potável, abastecimento de água completo e simples, dessalinizadores, complexos sanitários que agreguem a reutilização da água, obras de melhorias de acesso rural, beneficiamento e armazenamento de forragens, entre outros.

Dentre os critérios de elegibilidade para a seleção dos projetos, os futuros beneficiários precisam se organizar em associações, não ter participado de outros projetos financiados pelo Cooperar ou outros como o Água para Todos e garantir a sustentabilidade ambiental e financeira do projeto.

Segundo dados divulgados pela Fundação Joaquim Nabuco, o Nordeste tem, aproximadamente, 47 milhões de habitantes, dos quais 17 milhões vivem na região semiárida. No período de seca, 10 milhões de habitantes passam sede e fome.

Portal Arara

Fonte : Portal Correio

Arara está entre os Municípios da Região de Solânea que ficaram impedidos de celebrar convênios para educação; entenda

Arara/PB
Seis municípios da Região Geoadminstrativa de Solânea não prestaram contas dos gastos com a educação e agora estão na lista dos considerados inadimplentes no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc). 

Isso quer dizer que essas localidades estão impedidas de celebrarem convênios e termos de cooperação com o governo federal para a área prejudicando, assim, toda a população.

Deixaram de cumprir com o estabelecido os municípios de Arara, Araruna, Cacimba de Dentro, Caiçara, Damião e Tacima.

Os dados estão no Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), que assinala as gestões que enviaram e as que não enviaram o solicitado. O prazo para essa prestação de contas acabou no dia 30 de abril.

Em toda a Paraíba 82 localidades não prestaram contas, o que representa 36,77% do total de cidades. No ano passado 220 (98,65%) cidades paraibanas enviaram os dados e prestaram contas.

Portal Arara

Fonte : Focando a Notícia

Inclusão de nono dígito em números de celular da PB começa este mês

Os números dos telefones celulares com código de área 83, da Paraíba, passam a ter o nono dígito no dia 31. A mudança deve atingir pelo menos 73% da população, que, segundo o IBGE, é usuária de telefonia móvel no estado.

O aviso com o cronograma de adoção do nono dígito foi publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no Diário Oficial da União. A partir do dia 31, o dígito nove será acrescentado à esquerda dos números atuais, que passarão a ter o seguinte formato: (83) 9XXXX-XXXX.

A mudança é obrigatória e acontece automaticamente em todos os números de celular com o DDD da Paraíba. Os planos de serviço de telefonia fixa e móvel especializado não sofrem alterações. Segundo a Anatel, os clientes devem se responsabilizar por atualizar a agenda de contatos. O saldo e a validade dos créditos pré-pago ou controle não serão alterados com a mudança.

De acordo com a agência, até 40 dias após a mudança, as ligações com oito dígitos serão completadas para adaptação das redes e usuários, e gradualmente haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.

Passado este período, as chamadas feitas com oito dígitos não serão completadas e os usuários serão orientados a usar a nova numeração. Mensagens SMS e MMS não serão enviadas se forem usados oito dígitos. Após o dia 9 de setembro, as chamadas feitas sem o nono dígito não serão completadas e os usuários ouvirão a mensagem de número inexistente.

Além da Paraíba, os estados de Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí também terão a adoção do nono dígito em maio. Segundo a Anatel, a mudança nos códigos de acesso do serviço móvel pessoal visa aumentar a disponibilidade de números de celulares e atender à crescente demanda de novos usuários no Brasil. Atualmente, o nono dígito já foi implantado nos estados de São Paulo (DDDs 11 a 19), Rio de Janeiro (21, 22 e 24), Espírito Santo (27 e 29), Amapá (96), Amazonas (92 e 97), Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e Roraima(95).


G1 PB

Estado anuncia 'folha extra' para repor descontos nos salários dos professores na greve

O governador Ricardo Coutinho disse nesta quinta-feira (14), no Programa Correio Debate da TV Correio, que vai repor os descontos feitos sobre os proventos dos professores do Estado durante a greve na Educação.

Ele explicou que, atendendo à reivindicação dos professores, deve gerar essa folha extra já na próxima semana e convocou os docentes para uma reunião nesta quinta, na Granja Santana, onde a situação foi debatida.

Além disso, Ricardo falou ainda que o aumento de 9% concedido aos professores, dado em duas partes de 4,5%, poderá ter a segunda parte antecipada. A primeira parte desse aumento foi concedida em janeiro e a segunda estaria prevista para outubro deste ano.

Portal Correio

Leia Também

82 municípios não prestam contas dos gastos com educação e ficam impedidos de celebrar convênios

Oitenta e dois (36,77%) municípios paraibanos perderam o prazo para prestar contas dos gastos com a educação e agora estão na lista dos considerados inadimplentes no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc). Isso quer dizer que essas localidades estão impedidas de celebrarem convênios e termos de cooperação com o governo federal para a área prejudicando, assim, toda a população.

Os dados estão no Sistema de Informações Sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), que assinala as gestões que enviaram e as que não enviaram o solicitado. O prazo para essa prestação de contas acabou no dia 30 de abril.
Entregaram dentro do prazo estipulado 141 municípios da Paraíba, o que representa 63,23% do total. No ano passado 220 (98,65%) cidades paraibanas enviaram os dados e prestaram contas. Curral de Cima e São Sebastião do Umbuzeiro não cumpriram o dever de casa e não informaram sobre os gastos em 2013. São Miguel de Taipú enviou, mas sem balanço.

Confira a lista dos que não enviaram os dados:
Alhandra
Araçagi
Arara
Araruna
Areia de Baraúnas
Assunção
Baraúna
Barra de Santana
Barra de São Miguel
Bom Sucesso
Boqueirão
Cabaceiras
Cacimba de Dentro
Caiçara
Caraúbas
Catolé do Rocha
Coxixola
Cuité de Mamanguape
Damião
Fagundes
Frei Martinho
Gado Bravo
Guarabira
Gurinhém
Gurjão
Ingá
Itabaiana
Itapororoca
Jacaraú
Jericó
João Pessoa
Juazeirinho
Lagoa
Lastro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Marizópolis
Maturéia
Natuba
Nazarezinho
Nova Floresta
Olho D’Água
Parari
Passagem
Paulista
Pedra Branca
Pirpirituba
Puxinanã
Queimadas
Quixabá
Pedro Régis
Riacho de Santo Antônio
Rio Tinto
Salgadinho
Santa Cecília
Santa Cruz
Joca Claudino
Santo André
São Bento
São João do Cariri
São João do Tigre
São José de Lagoa Tapada
São José de Caiana
São José de Piranhas
São José do Brejo do Cruz
São José do Sabugi
São Miguel de Taipu
São Sebastião do Umbuzeiro
Sapé
Serra Branca
Serra da Raiz
Serra Redonda
Soledade
Sousa
Tacima
Tenório
Triunfo
Umbuzeiro
Zabelê
Curral de Cima
Patos

Blog do Gordinho

Ministério Público em Alagoa Grande apresenta o projeto “Atenção aos Usuários de Drogas e à Família”

A Promotoria de Alagoa Grande realizou, nesta quarta-feira (13), uma audiência para apresentar às autoridades e à sociedade o projeto do planejamento estratégico do Ministério Público da Paraíba “Atenção aos Usuários de Drogas e à Família”. O promotor de Justiça João Benjamim Delgado Neto, que presidiu a audiência, explicou que o objetivo do projeto é fortalecer a rede de tratamento aos usuários de drogas e a seus familiares, por meio de capacitações dos membros da rede, de fiscalização nos Centros de Atendimento Psicossocial (Caps) e incentivo à implantação de tratamento envolvendo a comunidade e a família.

A coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias Cíveis e da Família, Paula Camillo, um das gestoras do projeto estratégico, explicou as atividades que serão desenvolvidas no plano. O projeto é coordenado pelos Caops Cíveis e Família e da Saúde, que tem à frente a promotora Adriana Amorim. Já a coordenadora estadual de Saúde Mental, Shirlene Queiroz, destacou a importância de fortalecimento da rede.

Para a coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), de Alagoa Grande, Rita Luziete de Lima, existe a necessidade de fazer um mapeamento dos casos para haja fortalecimento da política pública preventiva.

 Recomendação

Durante a reunião, o promotor entregou ao prefeito de Alagoa Grande, Hildon Navarro, e aos secretários de Saúde e Assistência Social uma recomendação para que, no prazo de 90 dias, providenciem, a logística necessária com a finalidade de encaminhar os profissionais de saúde e da rede de atendimento psicossocial do município para realizar capacitação junto ao IFPB sobre tratamento comunitário de usuários de álcool e drogas.

Foi recomendado ainda que, no prazo de 30 dias, sejam tomadas as providências necessárias para implantação do fórum permanente de voltado à adoção de estratégias de atuação em casos específicos. Esse fórum deve ser composto por representantes do Ministério Público, Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social, Cras, Creas, Caps, Conselhos Tutelar e Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente e fará o mapeamento dos usuários a ser feito pelos agentes comunitários de saúde.

Com Ministério Público

RC decreta situação de emergência em Alagoa Grande e mais 26 municípios na PB

O governador Ricardo Coutinho (PSB) decretou estado de emergência em mais 27 municípios paraibanos por conta da seca. O ato foi publicado no Diário Oficial do último domingo (10) e vale por 180 dias.

O chefe do executivo estadual alegou que as últimas chuvas não foram suficientes para acabar com a escassez de água nas localidades. Além disso, a estiagem tem provocado prejuízos significativos às atividades produtivas do estado, a exemplo da agricultura e pecuária.

Com a situação de emergência decretada, o governo estadual fica autorizado a fazer abertura de crédito extraordinário e convocar voluntários para reforço das ações de respostas ao desastre natural vivida no estado.

Além disso, ficam dispensados de licitações os contratos de aquisição de bens e serviços necessários às atividades de respostas ao desastre, locação de máquinas e equipamentos,de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação do cenário do desastre, desde que possam ser concluídas no prazo estipulado em lei.

No final do mês de abril, o governador já havia decretado situação de emergência em 170 municípios da Paraíba por conta da seca.

Confira a relação de municípios que teve a situação de emergência decretada:

ANEXO ÚNICO – DECRETO Nº 35.856 DE 08 DE MAIO DE 2015. ORDEM MUNICÍPIOS

1 ALAGOA GRANDE

2 ALAGOA NOVA

3 ARAÇAGÍ

4 AREIA

5 BELÉM

6 CALDAS BRANDÃO

7 CAPIM

8 CUITÉ DE MAMANGUAPE

9 DUAS ESTRADAS

10 GUARABIRA

11 GURINHÉM

12 JUAREZ TÁVORA

13 LAGOA DE DENTRO

14 MAMANGUAPE

15 MATINHAS

16 MULUNGÚ

17 PILAR

18 PILÕES

19 PIRPIRITUBA

20 PEDRO RÉGIS

21 RIO TINTO

22 SÃO JOSÉ DOS RAMOS

23 SÃO MIGUEL DE TAIPÚ

24 SERRA DA RAIZ

25 SERRA REDONDA

26 SERTÃOZINHO


27 SOBRADO

Porta do Julio