terça-feira, 31 de março de 2015

2016 bate na porta: Falta mais de um ano, mas cidades paraibanas já respiram eleições municipais

As eleições municipais de 2016, já foram antecipadas em diversas cidades paraibanas, isso é fato! A velha desculpa que as eleições só se discute no ano das eleições; não cola mais! Nos últimos dias, governistas e oposicionistas se movimentam em busca de montar cenários, estratégias e futuro em diversas cidades paraibanas. 

O processo de disputa, que deveria começar no ano que vem, é mesmo um massacre para quem permite ser massacrado; é preciso saber ser leão e ser raposa, ao mesmo tempo, para sobreviver nessa selva. 

Em João Pessoa o pareô deve ser duro para o prefeito Luciano Cartaxo (PT) que tentará reeleição, nomes como o de Manoel Júnior (PMDB), Ruy Carneiro (PSDB), Wilson Santiago (PTB-DEM) e Estela Bezerra (PSB), são os mais citados pelos partidos e lideranças locais para destronar o petista do poder da maior base eleitoral do Estado que sozinha tem 16,46% dos eleitores do Estado. São 467 mil votantes e polariza região metropolitana com mais 11 municípios, que somam 27.84% da força eleitoral da Paraíba. 

Na segunda maior base eleitoral do Estado com 15,82% dos votos do Estado, Campina Grande em 2016 já surge com nomes da envergadura do deputado federal e prefeito da cidade por duas vezes Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) que apesar de não confirmar seu nome para a disputa no ano que vem, foi o parlamentar federal mais votado na cidade em 2014. Outros nomes surgem para tirar o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) como o da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), a vice, governadora Lígia Feliciano (PDT) e Arthur Bolinha (PSB), os vereadores Olímpio Oliveira e Metusela Agea ambos do PMDB e do deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB). 

No 3º maios colégio eleitoral do Estado, Santa Rira (3,12% do total de votos), pode assistir a uma reprise de eleições passadas. O ex-prefeito Marcos Odilon (PSC) deve enfrentar Reginaldo Pereira (PRP) e Netinho de Várzea Nova (PR). 

Na cidade de Cabedelo, com seus 41 mil votos e uma das maiores receitas do Estado, a disputa deve ocorrer entre Ricardo Barbosa (PSB), Trócolli Júnior (PMDB) e Lucélio Cartaxo (PT). Não será fácil para o atual prefeito Leto Viana (PTN). 

No sertão as disputas estarão tão quentes como a temperatura por lá, em Patos, a capital do Sertão, assistirá novo confronto PMDB e PSDB. A prefeita Chica Motta será desafiada pelo deputado tucano Dinaldo Wanderley. 

Em Sousa, o empresário Zenildo Oliveira já é visto como o novo, entre a disputa do prefeito André Gadelha, com o ex-prefeito Fábio Tyrone.

Política e Eventos Arara
Fonte:Jornal de Verdade Redação


Mais da metade dos prefeitos da PB não têm ensino superior e quase 15% só têm o fundamental

A educação é um dos dez direitos sociais garantidos pela Constituição Federal a todo cidadão brasileiro. E ela deve chegar até os mais longínquos recantes e não pode fazer distinção de cor, raça ou crença. Mas, o que fazer em um município onde nem mesmo o seu gestor tem um grau de instrução condizente com o cargo o qual ocupa?

De acordo com a Pesquisa de Informações Básicas dos Municípios, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), mais da metade dos prefeitos paraibanos (51,12%) não têm ensino superior. Pior que isso. Segundo os dados, 14,80% só têm o ensino fundamental, que é aquele que vai do 1º ao 9º ano, ou 2ª a 8ª série, como se dividia antigamente a estrutura educacional brasileira. Alguns deles até chegaram a entrar no ensino médio, mas não completaram.


Isso quer dizer que, dos 223 prefeitos que comandam as cidades da Paraíba, 114 não têm formação superior e, desses, 33 só têm ensino fundamental.  Sete gestores que atualmente estão à frente de prefeituras paraibanas sequer terminaram o nível primário de educação. Outros 16 conseguiram finalizar esse grau de instrução.

Dez desses chefes do Poder Executivo Municipal ainda entraram no nível médio, mas não terminaram e 54 conseguiram finalizar esse grau. Vinte e sete prefeitos conseguiram ingressar na universidade, mas não concluíram os cursos. Apenas 82 (36,77%) conquistaram um diploma de ensino superior e 27 (12,10%) têm pós-graduação.

A média de prefeitos da Paraíba que não têm ensino superior ultrapassa a nordestina que é de 48,16%. No Nordeste dos 1.794 Chefes do Executivo, 864 só têm até o ensino médio. Esse índice também supera o brasileiro, que é de 47,54%, ou seja, dos 5.570 prefeitos do país, 2.648 têm apenas até o nível médio como grau de instrução.


Secretários mudam o roteiro

O índice de gestores municipais de saúde que não têm nível superior de ensino também não é baixo, mas nem de longe se compara ao resultado dos prefeitos, conforme o IBGE. Os dados revelam que dos 223 secretários que comandam a pasta da saúde, 55 (24,7%) não conquistaram diploma em uma universidade ou faculdade.

No caso dos gestores da saúde o quadro ficou assim, segundo o IBGE: dois só têm o ensino fundamental; um tem ensino médio incompleto; 24 possuem o nível médio completo; 28 o superior incompleto; 108 têm superior completo; e 60 possuem pós-graduação.

Por: Nice Almeida

Palestras encerram Encontro de Legisladores mostrando o papel do vereador na sociedade

O I Encontro de Legisladores do Brejo realizado nesta sexta-feira (27), em Solânea, foi encerrado com palestras ministradas pelo consultor do Sebrae, Arnaldo Júnior, e pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), Arnóbio Viana. Em ambas as explanações foram ressaltadas a importância que tem um vereador para o seu município e o seu papel como agente do desenvolvimento e da fiscalização para o bom uso dos recursos da sociedade. O evento foi organizado pelas Câmaras Municipais de Bananeiras e Solânea e contou com a participação de oito presidentes de Casas Legislativas, prefeitos, vices-prefeitos e vereadores de várias cidades.

Quem abriu a tarde foi o consultor Arnaldo Júnior. Ele falou sobre o papel dos parlamentares como agentes de desenvolvimento do seu município. Durante sua explanação, Arnaldo Júnior lembrou de exemplos de sucesso como a região do Cariri que investiu nas riquezas regionais e conseguiu se destacar em todo o Brasil e até fora do país.


 “O território do Cariri tem a renda e o artesanato como atividades. Vocês têm informação da implantação de grandes indústrias naquela região? Não! É preciso que chamar a atenção dos vereadores e dos prefeitos para a oportunidade de reconhecer o que temos na nossa realidade gerando mais emprego e mais renda para as comunidades. Alguns sonham com grandes empreendimentos e esquecem de reconhecer que, na perspectiva de gerar emprego eles já têm, que é a reunião de todos os pequenos negócios já existentes, mas faltam apoio e estímulo e orientação”, ressaltou.


Arnaldo Júnior acrescentou que é preciso haver interação entre os vereadores e os gestores municipais. “Os vereadores podem interagir com os gestores para discutir isso. É preciso discutir com uma secretaria que cuide do desenvolvimento local e comece a ter um movimento de capacitação que reconheça a importância desses pequenos negócios. É importante que os vereadores fiquem atentos”, argumentou.

O papel de fiscalizador

O conselheiro do TCE, Arnóbio Viana, falou sobre o papel de fiscalizador do vereador e foi mais além. Ele disse que os parlamentares assumem o papel de juízes quando julgam as contas do Poder Executivo e orientou para que todos fiquem atentos para a importância de avaliar essas contas com seriedade.

“Ele também é juiz quando ele julga as contas do prefeito. O TCE apenas emite um parecer, se pronuncia, mas quem julga, o juiz, veja o peso dessa palavra, o juiz é o vereador. Na sua condição atípica de ser juiz, que julga e vota nas contas do prefeito, ele aprovando ou reprovando contra a sua própria consciência, ele é um juiz indecente, não está agindo na grandeza de seu papel de juiz e representante do povo para fiscalizar os aspectos financeiros”, ressaltou.

Arnóbio citou aspectos fundamentais da gestão municipal que devem ser observados pelos vereadores enquanto agentes fiscalizadores. “Ele pode começar observando o funcionamento e desenvolvimento do controle, a parte patrimonial, financeira, orçamentária e operacional dos serviços e as contratações. No que tange aos controle, ele pode observar se o município tem o controle interno. É dever ter seu controle interno estabelecido, delimitar funções determinadas em lei. O vereador pode olhar e observar a existência de mecanismos de controle interno”, alertou.

Encerramento

Após as palestras,o presidente da Câmara de Solânea, Márcio Prudêncio, fez os agradecimentos a todos os presentes no evento e enfatizou a importância do encontro para que sejam estudadas soluções para os problemas da região brejeira. “Agradeço a todos que vieram aqui contribuir com essa ideia que já havia nascido quando nosso amigo Ramom Moreira era presidente da Câmara de Bananeiras. Essa ideia surgiu de uma necessidade e da oportunidade. Acredito que esse evento superou as expectativas e por isso agradeço a todos que vieram e, principalmente, aos funcionários dessas Casas”, finalizou.

Focando a Notícia




Messias – A Paixão de Cristo em Esperança (2015)

Revivendo o acontecimento cristão que dividiu a história da Humanidade, o Grupo Teatral Jesus de Nazaré traz para a cidade de Esperança, em seu décimo sexto ano, o espetáculo Messias – A Paixão de Cristo. Uma superprodução com mais de 100 pessoas entre atores, figurantes, equipe artística e técnica, empenhados em apresentar a dramaturgia bíblica dos últimos momentos de Cristo antes de sua morte e ressurreição.

Serão três apresentações do espetáculo, no Clube Campestre, em Esperança, sempre iniciando às 19h30, com acesso gratuito ao público com classificação livre.

“Messias – A Paixão de Cristo” foi apresentada pela 1ª vez na 15ª edição da Paixão de Cristo em Esperança pelo Grupo Teatral Jesus de Nazaré, o qual já conta com 18 anos de fundação e permanência na arte sacra, tendo em seu currículo mais de 15 encenações da Paixão, Morte e 

Ressurreição de Cristo.

O espetáculo deste ano tem como prelúdio a apresentação da coroação de Jesus e o caminho ao Calvário, acompanhado da música “Homem de Dores com Rosto Ensangüentado”, a qual é uma das canções do espetáculo sacro de Mike Harland, arranjada e orquestrada por Richard Kingsmore, em que ambas são adaptadas e produzidas por Cristiane Carvalho, produtora da Ômega Alfa Ômega (OAO). As dez cenas são apresentadas em cinco cenários-palcos que apresentam a vida pública de Jesus até a sua Assunção aos Céus, passando pela Crucificação e 

Ressurreição.

Segundo André Oliveira, diretor artístico, o roteiro foi “desenvolvido a partir da seleção dos fatos mais marcantes da vida de Cristo, os quais constam nos Evangelhos de Mateus, Marcos, João e Lucas, detendo-se na pessoa de Cristo, especialmente no seu amor pela vida, traduzida em sua paixão e sofrimento na Cruz”.

Todo o elenco do espetáculo é formado por moradores da cidade de Esperança e serve de espaço de revelação de jovens e promissores talentos, estimulando o dom artístico de cada um, reconhecendo, valorizando e aprimorando mutuamente.

Ascom/GTJN


Governo do Estado entrega Central de Bordadeiras em Alagoa Nova

Produzir e vender peças artesanais com bordados ficou mais fácil para 53 artesãs de Alagoa Nova, que há mais de 10 anos apostavam no sonho de ter uma estrutura própria para ampliar as vendas no mercado local, com a entrega da Central de Bordadeiras pelo Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar e Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que investiram R$ 293,3 mil.

Na inauguração, a presidente da Cooperativa das Bordadeiras de Alagoa Nova, Ana Glória dos Santos, destacou que a entrega do equipamento é um motivo de alegria pela realização de um sonho que virou realidade pelas mãos do Governo do Estado e outros parceiros. “Hoje é dia de alegria. Não tenho palavras para agradecer a grandiosidade desse gesto”, disse.

Ela lembrou a trajetória que as artesãs galgaram, desde a aquisição do terreno, doado pelo poder público municipal, à construção da obra, que fica situada na entrada de Alagoa Nova, às margens da rodovia. “Continuaremos buscando as parcerias, pois uma andorinha só não faz verão. Não basta fazer o artesanato, temos que vender”, informou.

O gestor do Cooperar, Roberto Vital, lembrou que o protagonismo feminino foi determinante para atingir os resultados alcançados nos últimos quatro anos com a parceria do Banco Mundial, onde mais de 500 projetos foram implantados, dos quais, 200 são produtivos. “Esse governo tem foco na agricultura familiar e acredita, confia, no potencial das mulheres”, destacou.

Ele lembrou que no novo convênio com o Banco Mundial, previsto para ser iniciado no segundo semestre deste ano, as portas do Cooperar também estarão abertas para as mulheres, a fim de construir um futuro com mais dignidade.

A gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Lu Maia, representando o governador Ricardo Coutinho na solenidade, disse que via ali um espetáculo de parceria, pois é importante somar as forças para sair fortalecido. “As parcerias são fundamentais. Elas vêm consolidar o nosso programa que é incentivar o desenvolvimento econômico dos artesãos”.

Ela destacou a participação das bordadeiras de Alagoa Nova que têm um trabalho visto por pessoas do mundo inteiro e que é preciso ter produtos com qualidade estética e cultural. “A produção artesanal tem que trazer a história daquele lugar e Alagoa Nova tem esse tipo de produto”, lembrou.

Com os investimentos pelo Governo do Estado e BNDES foi possível construir uma central de produção e venda, como também fazer a aquisição de insumos necessários à produção artesanal, como máquinas de costura, armários, ferro industrial, entre outros.

A Central de Bordadeiras de Alagoa Nova faz parte dos 33 projetos dos Arranjos Produtivos Locais em execução, em diversos ramos de atividade, como apicultura, fruticultura, artesanato, mandiocultura, piscicultura, entre outros.

A solenidade de inauguração contou ainda com a participação do vice-prefeito do município, Walfredo Leal Costa Júnior; da secretária executiva da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido, Mali Trevas; da técnica do escritório regional do Sebrae em Campina Grande, Rosa Maria, além de vereadores do município.


Fonte: Secom-PB


Professores do estado decidem entrar em greve e deixam mais de 380 mil alunos sem aula

Os professores da rede estadual de ensino decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado na Paraíba. A decisão foi tomada durante Assembleia Geral da categoria, realizada na tarde desta terça-feira (31), no auditório do Sesi, em João Pessoa. A paralisação será iniciada a partir desta quarta-feira (1º).

O magistério reivindica o pagamento do piso nacional estipulado pelo Ministério da Educação em 13,01%. A classe não aceitou o reajuste de 9% concedido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) no início do ano, dividido em duas parcelas de 4,5%.

Além disso, a categoria cobra a revisão do Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR). O presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena do estado (APLP), Francisco Fernandes, alega que o Plano está defasado. “O nosso PCCR é de 2006, e a educação é dinâmica. O professor precisa ser estimulado, estudar para se qualificar”, observou.

Com a greve, cerca de 15 mil profissionais da educação ficarão de braços cruzados e deixarão aproximadamente 380 mil alunos sem aula, de acordo com a APLP.

Bananeiras Online com  Blog do Gordinho




Bolsa Família distribui R$ 94 milhões este mês na Paraíba

Até hoje, dia 31 de março, mais de R$ 2,3 bilhões serão repassados por meio do Programa Bolsa Família. O pagamento complementará a renda de quase 14 milhões de famílias pobres e extremamente pobres em todo o País. O benefício médio é de R$ 167,74 por família. Na Paraíba, esse valor é de R$ 178 e no Estado, os repasses beneficiarão 524.779 famílias importando em R$ 93.624.074,00.

O auxílio é pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de forma escalonada. Para saber em que dia sacar o dinheiro, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão.

Para cada final do NIS, há uma data correspondente por mês que indica o primeiro dia em que a família pode fazer o saque. Os recursos ficam disponíveis para saque durante 90 dias.

O programa - O Bolsa Família é um programa que contribui para o combate à pobreza. Ele faz isso de duas formas: transfere a cada mês uma quantia em dinheiro diretamente às famílias e acompanha, nas áreas de saúde e educação, as crianças, os adolescentes e as mulheres grávidas que recebem o benefício.

O saque é feito com cartão emitido em nome do responsável familiar, que é preferencialmente mulher. O valor depositado também é calculado por um sistema e depende do tamanho da família, da idade das pessoas e da renda que todas as pessoas da família recebem. Por isso, as famílias podem receber valores diferentes.

Quem pode receber – Para entrar no programa, a família precisa ter seus dados registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal. O cadastramento é feito somente pelas prefeituras, que também devem orientar as famílias.

Podem ser selecionadas para participar do Bolsa Família as famílias com renda mensal por pessoa de até R$ 77 – mesmo que não tenham gestantes, crianças ou adolescentes na família – e as com renda familiar mensal por pessoa entre R$ 77,01 e R$ 154 e que tenham gestantes, crianças ou adolescentes em sua composição.

A prioridade na seleção de beneficiárias é dada a partir das informações de renda mensal por pessoa e pela quantidade de crianças e jovens com idade de 0 a 17 anos na família.

Parlamento PB


Redução no número de filhos por família é maior entre os 20% mais pobres do país

Imagem: Internet
Nos últimos dez anos, o número de filhos por família no Brasil caiu 10,7%. Entre os 20% mais pobres, a queda registrada no mesmo período foi 15,7%. A maior redução foi identificada entre os 20% mais pobres que vivem na Região Nordeste: 26,4%.

Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e têm como base as edições de 2003 a 2013 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento mostra que, em 2003, a média de filhos por família no Brasil era 1,78. Em 2013, o número passou para 1,59. Entre os 20% mais pobres, as médias registradas foram 2,55 e 2,15, respectivamente. Entre os 20% mais pobres do Nordeste, os números passaram de 2,73 para 2,01.

Para a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, os dados derrubam a tese de que a política proposta pelo Programa Bolsa Família estimula as famílias mais pobres do país a aumentar o número de filhos para receber mais benefícios.

“Mesmo a redução no número de filhos por família sendo um fenômeno bastante consolidado no Brasil, as pessoas continuam falando que o número de filhos dos pobres é muito grande. De onde vem essa informação? Não vem de lugar nenhum porque não é informação, é puro preconceito”, disse.

Entre as teses utilizadas pela pasta para explicar a queda estão os pré-requisitos do programa. “O Bolsa Família tem garantido que essas mulheres frequentem as unidades básicas de Saúde. Elas têm que ir ao médico fazer o pré-natal e as crianças têm que ir ao médico até os 6 anos pelo menos uma vez por semestre. A frequência de atendimento leva à melhoria do acesso à informação sobre controle de natalidade e métodos contraceptivos”.

A demógrafa da Escola Nacional de Ciências Estatísticas do IBGE Suzana Cavenaghi acredita que o melhor indicador para se trabalhar a questão da fecundidade no país deve ser o número de filhos por mulher e não por família, já que, nesse último caso, são identificados apenas os filhos que ainda vivem no mesmo domicílio que os pais e não os que já saíram de casa ou os que vivem em outros lares.

Segundo ela, estudos com base no Censo de 2000 a 2010 e que levam em consideração o número de filhos por mulher confirmam o cenário de queda entre a população mais pobre. A hipótese mais provável, segundo ela, é que o acesso a métodos contraceptivos tenha aumentado nos últimos anos, além da alta do salário mínimo e das melhorias nas condições de vida.

“Sabemos de casos de mulheres que, com o dinheiro que recebem do Bolsa Família, compram o anticoncepcional na farmácia, porque no posto elas só recebem uma única cartela”, disse. “É importante que esse tema seja estudado porque, apesar de a fecundidade ter diminuído entre os mais pobres, há o problema de acesso e distribuição de métodos contraceptivos nos municípios. É um problema de política pública que ainda precisa ser resolvido no Brasil”, concluiu.

WG Notícias

População protesta contra o fechamento de maternidade na Paraíba; prefeitura explica

Usuários da Casa de Saúde e Maternidade São Francisco de Assis no município de Esperança, no Agreste, a 150 quilômetros de João Pessoa, fizeram na tarde desta sexta-feira (27) uma manifestação para tentar impedir o fechamento da unidade médica. O atraso no repasse de recursos do SUS que deveria ter sido feito pela Prefeitura do Município seria o principal motivo para o fim do atendimento ao público.

De acordo com os manifestantes, a maternidade se constitui em uma unidade importante que atende a população carente de vários municípios da região de Esperança. Eles se concentraram na Praça da Cultura, no Centro da cidade, e seguiram em caminhada até a sede da Prefeitura da cidade, onde fizeram um ato público.

Desde a segunda-feira (23), o atendimento na maternidade, que é filantrópica, foi restringido ao setor ambulatorial e os internamentos estão suspensos.

O vice diretor da São Francisco, Vagner Gomes, informou ao Portal Correio que o principal motivo para o fechamento da maternidade seria o atraso em repasse no valor de R$ 122 mil. Esse dinheiro deveria ter sido repassado pela Prefeitura de Esperança, segundo o dirigente da maternidade, mas o órgão alega que não tem como arcar com a dívida que é de gestões anteriores. "São verbas que deveriam ter sido repassadas pela atual administração porque quando um gestor assume, ele também assume os débitos".

Ele informou ainda que a maternidade está com a folha de pagamento em atraso tanto dos médicos quanto dos demais funcionários. Os recursos mensalmente repassados pela prefeitura somam R$ 30 mil e o débito citado diz respeito a quatro meses deixados pela gestão anterior e também pela presidente da Câmara Municipal, Cristina Almeida, que assumiu interinamente, conforme Vagner.

O prefeito do Município, Anderson Monteiro (PSC), no entanto, disse que a gestão dele está em dia com o repasse dos recursos destinados à Maternidade e Santa Casa São Francisco de Assis.

Ele informou que, quanto ao valor que está em atraso, são quatro meses que não foram pagos por gestões anteriores que a atual não tem condições de arcar. Ele disse ainda que o problema da unidade médica é que somados os valores de R$ 70 mil que devem ser repassados pela Prefeitura de Esperança (R$ 30 mil), e pelo governo do Estado, que é de R$ 40 mil, não seriam suficientes para manter aquela casa de saúde.

"Nós estivemos em uma audiência convocada pelo Ministério Público do Estado, com participação de representantes do governo do Estado e de vários municípios da região e da direção daquela casa de saúde e mostramos que a situação financeira dos Municípios é preocupante; nós não temos condições de arcar com a situação da Saúde pública", reclamou.

Ele informou que uma das principais pautas levadas à reunião dos gestores municipais com o governo federal em Brasília "é justamente esta questão da precariedade e da falta de recursos para a saúde, principalmente nas pequenas cidades".


Portal Correio/  WG Notícias

Foto: Moises Fabrício

Ambulância do Samu na Paraíba é flagrada levando moto e maca é usada como rampa

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), administrada pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, a 118 km de João Pessoa, foi flagrada por um cinegrafista amador transportando uma moto e a maca da unidade foi feita de rampa de acesso para o veículo. O caso teria acontecido nessa segunda-feira (30). (veja abaixo o vídeo com o flagrante).

As imagens foram feitas na rua João Suassuna, no Centro de Campina Grande. No vídeo é possível ver quando o veículo de transporte de pacientes para em frente a uma oficina e um dos servidores do Samu abre a porta traseira da ambulância e retira uma motocicleta. A moto, chamada de ‘motolância’, pertence ao Samu e também é utilizada no socorro às vítimas.

Conforme a equipe de reportagem da TV Correio HD, na rua funciona diversas oficinas de conserto e venda de peças para motos. O dono do estabelecimento para onde a motolância foi levada para revisão não quis falar sobre o assunto.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde de Campina Grande disse que estava sabendo do vídeo e ninguém foi autorizado para falar sobre o assunto. Uma nota oficial será divulgada sobre o posicionamento que o governo municipal vai tomar com relação a denúncia irregular do transporte. A Prefeitura de Campina Grande dispõe de dez ambulâncias – habilitadas pelo Ministério da Saúde na prestação de serviços à população.

Portal Correio

DOU traz reajuste de até 7,7% no preço dos remédios, inclusive genérico

Os medicamentos poderão ser reajustados em até 7,7% a partir desta terça (31). A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos fixou os percentuais máximos de ajuste autorizados em resolução publicada na edição de hoje (31) do Diário Oficial da União. Os medicamentos foram divididos em três faixas, com reajustes de 5%, 6,35% e 7,7%.

O reajuste é menor para os remédios considerados de baixa concorrência. Medicamentos genéricos estão no grupo a que se aplica o percentual máximo por serem tidos como de alta concorrência.

O grupo que terá aumento de 5% concentra medicamentos de alta tecnologia e de maior custo, como a ritalina (tratamento do déficit de atenção e hiperatividade) e a stelara (para tratamento da psoríase). No grupo dos 6,35% estão os antibióticos. Podem chegar ao teto de 7% categorias que têm medicamentos como o omeprazol (tratamento de gastrite e úlcera) e a risperidona (antipsicótico).

Para a definição dos percentuais foi considerado o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 7,7%, entre março de 2014 e fevereiro de 2015. São considerados também fatores como produtividade da indústria e variação de custos dos insumos, além da concorrência dentro do setor. No ano passado, o percentual máximo autorizado foi 5,68%.

Portal Correio 




segunda-feira, 30 de março de 2015

Teatro Padre Mateus se prepara para realizar a 42ª encenação da Paixão de Cristo em Pilões, no brejo da PB

O espetáculo da Paixão de Cristo em Pilões é considerado o segundo maior do mundo ao ar livre, perdendo apenas para Nova Jerusalém em Pernambuco.

Pelo 42º ano consecutivo a cidade de Pilões toda a região do brejo da Paraíba assistirão em única apresentação a encenação da Paixão de Cristo no dia 03 de abril, sexta-fera da santa.

Apenas artistas da terra participam da peça teatral e a exibição ocorre ao ar livre em frente Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus.

A encenação da paixão é uma das riquezas culturais do município que recebe um grande número de turistas todos os anos.

A cada ano o espetáculo tem se renovado contando com emoção a história da paixão e morte de Jesus Cristo com cerca de oitenta atores e 150 figurantes, todos moradores do município e recebe o total apoio da Prefeitura Municipal na gestão da Prefeita Adriana Andrade.

Não deixe de visitar a cidade de Pilões e assistir a Paixão de Cristo.

Da Redação

Do ExpressoPB

Tanzanianos vencem a 16ª Corrida Internacional de Remígio

O tanzaniano NELSON PRIVA MBUYA foi o vencedor da 16ª Corrida Internacional de Remígio. O evento ocorreu neste domingo (29), e contou com a participação de 500 atletas de diversos estados e até de outros países. Nelson completou o percurso de 10 km em 32 min, seguido por Marcelo Jose da Silva, com um tempo de 33 mim e 28 seg. O pódio da prova masculina ainda teve Adriano José dos Santos, com um tempo de 33 min e 31 seg.

No feminino, Samwe Fadhila Salum da Tanzânia completou o percurso em 37 minutos. Mycaellen Priscilla Oliveira Silva (Guerreiros do Sertão de Currais Novos/RN) e Maria José Alves (Luasa Sports de Taubaté/SP) completaram o pódio.

DSC_0150As premiações foram dividias por categorias, R$ 800,00 para o primeiro lugar  geral, R$ 400,00 para o 2º e R$ 200,00 para o 3º lugar Geral (masculino e Feminino).

Após a competição, o Prefeito Chió avaliou como muito positiva e agradeceu aos parceiros: “No ano passado tivemos mais de 300 atletas inscritos, e este ano passamos de 500. Tenham toda certeza, esta é uma das maiores corridas do interior do Nordeste. Agradeço a todos que acreditaram e contribuíram para o engrandecimento deste evento” – pontuou o gestor. Chió também participou da prova completando todo o percurso de 10 km em 53min e 56 seg.

Confira o Resultado Oficial da 16ª Corrida

Resultado 16ª Remígio International Run

ATLETAS DE REMÍGIO – 10KM – MASCULINO
ATLETAS DE REMIGIO – 10KM – FEMININO
FAIXA ETÁRIA GERAL 10KM – MASCULINO
FAIXA ETÁRIA GERAL 10KM – FEMININO
GERAL 5KM – FEMININO
GERAL 5KM – MASCULINO
GERAL 10KM – FEMININO
GERAL 10KM – MASCULINO
ESPECIAL – 10KM
FAIXA ETÁRIA ATLETA REMIGIO 10KM – FEMININO
FAIXA ETÁRIA ATLETA REMIGIO 10KM – MASCULINO

Secome-PMR

BANDIDOS ASSALTAM POSTO DE GASOLINA, NA FUGA TROCAM TIROS COM A POLÍCIA E ACABAM PRESOS. NENHUM POLICIAL FOI FERIDO

Às 14h20 deste sábado (28/03) dois homens acusados de assaltar um posto de gasolina acabaram presos.

Segundo informações de policiais do 10ºBPM, eles chegaram ao posto, rederam o proprietário e o frentista, roubaram celulares, reviram os bolsos das vítimas, além das gavetas de onde levaram todo o dinheiro (pouco mais de “600,00 reais”).


O crime aconteceu em Areia, no Brejo, e dupla fugiu em um veículo Gol de cor branca com destino a Remígio.

Guarnições foram acionadas e quando os acusados avistaram a polícia começaram a atirar.
De pronto os policiais revidaram.


Um dos ladrões foi preso na hora e outro foi capturado num matagal minutos depois.
Em poder da dupla foram encontrados os produtos do roubo e uma pistola “765”.

Os presos são Luís Miguel Gomes da Silva, de 21 anos, morador de Remígio, e  Marconi Edson Pereira da Silva, de 27.

Marconi, segundo a polícia, era procurado por quebra de albergue na capital.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Gestores elogiam Encontro de Legisladores e prometem realizar evento com o Poder Executivo

 Beto do Brasil/Prefeito de Solânea
O encontro é de legisladores, mas a presença maciça de prefeitos e vices-prefeitos não deixou de ser notada no I Encontro de Legisladores do Brejo, promovido pelas Câmaras de Vereadores de Bananeiras e Solânea, nesta sexta-feira (27). Vindos de várias localidades, eles enalteceram a iniciativa que poderá aproximar os parlamentares dos poderes constituídos na intenção de que as demandas da população possam chegar até os governos do estado e federal.

O prefeito de Solânea, Beto do Brasil, demonstrou crença na força na união dos vereadores da região e anunciou que pretende levar a ideia para o Poder Executivo. “A força desses vereadores irá fortalecer ainda mais nossos pleitos. Solânea se sente feliz em estar aqui e tenho certeza que essa ideia, não conheço outra iniciativa partindo dos presidentes se reunirem a nível regional e discutirem os problemas. Essa ideia vou copiar e fazer encontro com prefeitos da região. Esses encontros são momentos de trocas de experiência”, ressaltou.

Já Luís Carlos, prefeito de Casserengue, lembrou a crise pela qual vem passando o país e, em especial, os municípios de pequeno porte. “Sei o que é ser vereador e num município pequeno, principalmente. O país vem passando por uma crise de corrupção e financeira e até ecológica onde passamos por muitas dificuldades. E a força maior está no Legislativo. Seja da oposição ou da situação é importante que todos estejam unidos para podermos cobrar mais do governo do estado e do governo federal”, afirmou.

O vice-prefeito de Tacima, Bilac Soares, trouxe à tona um tema que tem sido muito presente nas Casas Legislativas: o voto aberto. “Não se admite que ainda continuem votando de forma secreta. Somos representantes do povo e  eles têm que saber como votamos. Quando eu era vereador foi meu primeiro projeto na Câmara de Tacima.  Aquelas maracutaias que existiam, vereadores que sumiam e só apareciam na hora da sessão, acabou. Para avançar primeiro temos que fazer o dever de casa”, enfatizou.


Focando a Notícia

Vereadores, prefeitos e vices se reúnem no I Encontro de Legisladores do Brejo

Presidentes das Câmaras de Vereadores de quase todos os municípios que fazem a Região Geoadministrativa de Solânea, além de prefeitos, vice-prefeitos e parlamentares de várias localidades estão reunidos, nesta sexta-feira (27), no I Encontro de Legisladores do Brejo, que está sendo realizado no Cine Teatro Municipal, em Solânea, com o intuito de debater problemas das cidades e buscar meios eficazes que solucionem essas questões e que tragam benefícios para a população. O evento tem a organização das Câmaras de Bananeiras e Solânea.

Presentes estão os presidentes das Câmaras de Arara (Luiz Silva), Dona Inês (Demétrio Ferreira), Pirpirituba (Ronaldo José), Casserengue (Francisco Gregório), Caiçara (José Antônio, (Tacima (Marcone Silva), Serraria (Ronaldo da Silva), Pilões (Edilson Mendes), além dos organizadores Márcio Prundêncio e Guga Aragão, respectivamente, de Solânea e Bananeiras.

Também estão no encontro os prefeitos de Solânea, Beto do Brasil e de Casserengue, Luís Carlos, bem como os vice-prefeitos de Bananeiras, Matheus Bezerra; de Tacima, Bilac Soares; de Solânea, Kaiser Rocha, entre outras autoridades.


Durante a abertura, o presidente da Câmara de Bananeiras, Guga Aragão enfatizou: “Estamos fazendo história”. Guga lembrou que, pela primeira vez, legisladores de toda a região se reúnem e, para ele, isso significa que a população estará mais próxima da solução dos problemas de suas cidades.

“Pela primeira vez que conseguimos reunir número significativo de vereadores. Aqui estão reunidos representantes de nossa região que unida tem um potencial populacional e eleitoral quase de duas cidades de Patos. Temos que corrigir o contra-senso de que aquele agente político que está mais perto e ao mesmo tempo mais longe da população. Com certeza nossa idéia colherá muitos frutos”, falou.

Guga acrescentou que unidos, os vereadores terão mais acesso aos poderes constituídos para levar as demandas da população de sua região. “Vamos representar aquele que não tem acesso a governador e órgãos públicos. Sozinhos talvez não tenhamos toda essa representatividade, talvez sozinhos levaremos um chá de cadeira e não respeitará nossa representativa. Entretanto juntos, unidos, somos mais, porque o que é bom para Dona Inês Cassrengue, Tacima, Borborema, e todas as outras, é bom pra Bananeiras e Solânea”, finalizou.

*O encontro está sendo transmitido ao vivo pelo Focando a Notícia. Basta acessar a página principal do site.


Focando a Notícia

Festival de Artes de Areia muda de data e vai ser realizado em setembro

Edição deste ano vai homenagear o escritor areiense Horário de Almeida, considerado um dos maiores intelectuais da Paraíba

Imagem: Internet
O Festival de Artes de Areia deste ano vai ser realizado no mês de setembro. A decisão foi tomada por representantes da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc), Secretaria de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), além da Prefeitura Municipal de Areia. Anteriormente, o evento ocorria paralelamente à Rota Cultural Caminhos do Frio.

Outra decisão anunciada durante a reunião é que as oficinas, que faziam parte da programação do Festival de Artes, não serão mais realizadas. Em substituição, vai ser implantado um projeto pedagógico nas escolas de Areia que irá abordar, já a partir do segundo semestre, as temáticas do evento, assim como o homenageado da edição, que vai ser o escritor areiense Horácio de Almeida.

Formado em Direito pela Faculdade do Recife, Horácio de Almeida é considerado um dos maiores intelectuais da Paraíba. Além de “Brejo de Areia”, ele escreveu ainda “História da Paraíba” (1966 e 1978). O escritor teve ainda colaboração em diversos jornais do Estado. Horácio de Almeida tinha atenção especial com a construção da história e identidade do lugar de origem.

Portalcorreio.com



segunda-feira, 23 de março de 2015

Programação da Semana Santa 2015

JESUS CRISTO É O SENHOR

“Os cristãos sempre consideraram que a Igreja nasceu da Páscoa de Cristo. Na cruz, diz o Evangelho, Cristo inclinou a cabeça e “entregou o Espírito”. Ele se manifesta vivo e ressuscitado no meio dos discípulos, e estes são testemunhas da sua presença no mundo. Por isso, a Páscoa é o centro da vida e da fé dos cristãos.

Todos somos chamados a participar da vida nova do Cristo ressucitado. Esta é a missão da Igreja: Testemunhar a nova criação que Deus iniciou no mundo, ressuscitando Jesus Cristo. Por isso, a Semana Santa merece ser vivida em clima de oração pessoal, esforço de conversão e maior dedicação fraterna”. (do livro semana santa anos A, B, C)

CONVITE

CONVIDAMOS VOCÊ E SUA FAMÍLIA PARA PARTICIPAR DE TODAS AS CELEBRAÇÕES 

DA SEMANA SANTA. CONTAMOS COM SUA PRESENÇA. PARTICIPE!



SEXTA- FEIRA (27 de Março)

19h00 • Procissão do Encontro
 (As Mulheres sairão da Igreja do Rosário)
 (Os Homens sairão da Capela do Colégio Carlota Barreira)
Chegando na Matriz haverá a Santa Missa.

SÁBADO (28 de Março)

18h30 •Confissão Individual (Na Matriz).

19h00 •Missa na Matriz.

DOMINGO DE RAMOS (29 de Março)

08h30 •Procissão de Ramosda Igreja do Rosário para Igreja Matriz.

09h00 •Missana Matriz.(logo após a Missa os batizados)

19h00 •Missa na Matriz.

SEGUNDA-FEIRA SANTA (30 de Março)

08h00 •Confissão individual (Na Matriz)

09h00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
Carlota Barreira, Álvaro Machado, Risco & Rabisco,
 Julia Verônica, José Rodrigues.

15h00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
 Carlota Barreira, Álvaro Machado, Risco & Rabisco,
 Julia Verônica, José Rodrigues.

19h:00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
 Carlota Barreira, Alvaro Machado.

TERÇA-FEIRASANTA (31 de Março)

08h00 •Confissão individual (Na Matriz)

09h00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
 Estadual, João Coutinho, SEA, Pinóquio,
 Madre Trautlinde.

15h00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
 Estadual, João Coutinho, SEA, Pinóquio,
 Madre Trautlinde.

19h:00 •Celebração Penitencial para os seguintes Colégios:
 Estadual, João Coutinho.

QUARTA-FEIRASANTA (01 de Abril)

08h00 •Confissão individual (Na Matriz)

15h00 •Celebração Penitencial para as Mulheres.

19h00 •Celebração Penitencial para os Homens

QUINTA-FEIRASANTA (02 de Abril)

08h30 •Missa Santos Óleos na Catedral, em GUARABIRA.

15h00 •Confissão individual na Matriz.

INÍCIO DO TRÍDUO PASCAL

17h00 •Missa da Ceia do Senhor e Lavá Pés.

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO

19h00 • Apostolado da Oração e Irmãs Franciscanas

20h00 • Legião da Maria e Irmandade do Rosário

21h00 • Apostolado da Mãe Rainha e Ordem Franciscana

22h00 • RCC

23h00 •ECC, EJC e jovens em geral

24h00 • Procissão do Silêncio até a Igreja do Rosário
 Em seguida a Via Sacra pelo centro da cidade.

SEXTA-FEIRA SANTA (03 de Abril)

08h00 • Confissão individual (Na Matriz)

11h00 • Terço dos Homens- Meditação dos Mistérios Dolorosos.

12h00 • Ofício da Agonia;

15h00 • Celebração da Paixão do Senhor;

16h30 • Procissão com a Imagem do “Senhor Morto”.

17h30 • Visitação do povo a Imagem do “Senhor Morto”.

20h00 • Encenação da Paixão (Jovens do EJC).

SÁBADODE ALELUIA (04 de Abril)

19h30 •Bênção do Fogo em frente ao Pio XII

20h00 •Celebração da Ressurreição (Igreja Matriz)

DOMINGO DE PÁSCOA (05 de Abril)

09h00 • 1ª Missa de Páscoa na Matriz

10h30 • Batizados.

19h00 • 2ª Missa de Páscoa na Matriz.

paroquiaconceicaoareia200.com

Inundada, morador usa bote para fazer travessia em avenida de Guarabira

Mesmo com a obra de drenagem sendo executada, a água não tem encontrado espaço para escoar

Guarabira PB
A Avenida Dom Pedro II, principal corredor da cidade de Guarabira, ficou completamente inundado mais uma vez na manhã deste sábado (21) com as fortes chuvas caídas na cidade. Os dois sentidos da artéria foram bloqueados para passagem de veículos, os mais ousados se arriscavam em atravessar com água acima dos joelhos e houve até quem usasse bote para fazer a travessia.

Mesmo com a obra de drenagem sendo executada, a água não tem encontrado espaço para escoar e isso tem atormentado comerciantes estabelecidos a décadas na Dom Pedro II. De acordo com o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) a projeção da empresa é que a obra seja entregue no próximo ano e que com a conclusão o problema das inundações seja solucionado em definitivo.








No Dia da Água, cerca de 200 mil desabastecidos na Paraíba não têm o que comemorar

Imagem: Internet
Quando se fala em água num estado com a maior parte de seu território formado pelo semiárido, o tema da escassez parece repetitivo. Mas o enfrentamento desse problema cíclico na Paraíba, principalmente quando chega a época das chuvas e elas não chegam, faz perceber que já vivemos há muitos anos a crise da água que é prevista para o mundo daqui a alguns anos. Dados recentes divulgados pela Companhia de Abastecimento de Água da Paraíba, a Cagepa, revelam que cerca de 30% das cidades do estado enfrentam falta de água. Já são 20 localidades em colapso total no abastecimento e 48 sob racionamento. São quase 200 mil paraibanos sem água regularmente e dependendo de reservatórios domésticos e de carros pipas.

E a crise não se limita somente a regiões conhecidamente castigadas pela seca, como o Sertão e o Cariri. Ela penetra pelo Agreste adentro, atingindo cidades acabaram sendo incluídas pelo Ministério da Integração Nacional na área geográfica de abrangência do semiárido, como Esperança como Montadas e Algodão de Jandaíra.

Além delas estão em colapso no abastecimento Nova Floresta, Cuité, Serra Redonda, Remígio, Puxinanã e Areial, também no Agreste; Riacho Santo Antônio, no Cariri; Desterro, Cacimbas, São João do Rio do Peixe, Carrapateira e Triunfo, no Sertão; e ainda os distritos de São Miguel(Esperança), Lagoa do Mato (Remígio), Cepilho (Areia), Pindurão (Camalaú) e Gravatá (São João do Rio do Peixe).

De acordo com a Diretoria de Operações da Cagepa, essas localidades estão com os mananciais que as abastecem totalmente secos, sem condições de atendimento. O abastecimento está sendo feito através de carros pipas pelas prefeituras municipais, Exército e pela Defesa Civil do Estado.

Quanto aos municípios em racionamento, eles também estão localizados nessas três regiões de abrangência do semiárido. São eles, Barra de São Miguel, Umbuzeiro, Nova Palmeira, Campina Grande, Barra de Santana, Caturité, Queimadas, Pocinhos, Lagoa Seca, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Alagoa Nova, Aroeiras, Gado Bravo, Nazarezinho, Bom Sucesso, Brejo dos Santos, Santa Cruz, Vieirópolis, Lastro, São Francisco, Riacho dos Cavalos, Jericó, Mato Grosso, Arara, Casserengue, Bélem, Caiçara, Logradouro, Solânea, Riachão, Tacima, Dona Inês, Damião, Bananeiras, Cacimba de Dentro, Araruna, Monte Horebe e os distritos de Galante e São José da Mata (Campina Grande), Novo Pedro Velho (Aroeiras), São Pedro (Santa Cruz), Riachão, Braga, Rua Nova (Belém), Barreiros e Logradouro (Cacimba de Dentro), e Cozinha (Dona Inês).

Há segurança hídrica, de acordo com a Diretoria de Operação da Cagepa, somente na região litorânea do estado. Na Grande João Pessoa, por exemplo, não há risco de falta d'água. O sistema de abastecimento é feito através dos mananciais Gramame- Mamuaba, que está com 80,07% de sua capacidade, e de Marés, que conta com 93,97% da capacidade de armazenamento do produto.

Situação se agrava

A tendência, no entanto, é o agravamento da situação porque mesmo com a incidência de chuvas registradas no ano passado e neste início de ano, os mananciais que abastecem a maioria dos municípios, principalmente das regiões do Cariri, Sertão e Agreste, não acumularam água suficiente para trazer tranquilidade ao abastecimento.

As chuvas registradas são muito localizadas e na maioria das vezes não caem em locais apropriados ao acúmulo nos reservatórios que continuam secos ou quase secos. No Sertão do Estado, pelo menos 18 mananciais estão no nível mais baixo desde que foram construídos, segundo informações do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs).

A crise é grande e para ter uma ideia, basta compararmos a capacidade hídrica da Paraíba, que é de 3,7 bilhões de metros cúbicos de água, com o que o estado dispõe atualmente, que é de 789,9 milhões de metros cúbicos, ou seja, estamos apenas 21% da capacidade hídrica.

Desperdício deve ser evitado

A conscientização da população sobre a importância da preservação e do uso racional da água é o grande desafio enfrentado pelas agências, companhias e secretarias ligadas à questão na Paraíba. A Cagepa informou que vem fazendo uma campanha educativa junto à população com essa finalidade.

Além disso, vem desenvolvendo ações que objetivam diminuir o desperdício da água desde a sua produção até a distribuição à população que na Paraíba chega a 37%, conforme a Assessoria de Planejamento da Companhia.

Entre essas ações estão a substituição de hidrômetros, a instalação de macromedidores e a automação de sistemas. A Cagepa informou, ainda, que está incrementando equipes para retirada de vazamentos e fazendo a substituição de trechos de redes de distribuição de água antigas.

Outra ação nesse sentido é o projeto de melhoria no call center, que conforme a empresa, visa agilizar, dentre outras coisas, o recebimento e o encaminhamento de avisos de vazamento com maior rapidez. E para reduzir o número de vazamentos, vem sendo posto em prática o projeto de setorização para reequilibrar as pressões nas redes de distribuição de água.

A Cagepa também disse que tem intensificado a fiscalização de águas cortadas e de desvios fraudulentos; a companhia informou que tem um projeto de melhoria do call center, visando agilizar, dentre outras coisas, o recebimento e o encaminhamento de avisos de vazamentos com maior rapidez; projeto de setorização, visando reequilibrar as pressões nas redes de distribuição de água, o que deve reduzir o número de vazamentos.

Fonte: Luciana Rodrigues


Mais de 650 estudantes são beneficiados com serviço de transporte universitário gratuito em Guarabira

A Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Educação, vem prestando uma atenção especial aos estudantes universitários que sofriam com os altos custos para o acesso às aulas diárias no ensino superior em outras cidades do Estado.

O serviço de transporte universitário gratuito em Guarabira iniciou-se no começo do ano passado. Uma iniciativa inédita do prefeito Zenóbio Toscano, que após torná-la compromisso durante campanha eleitoral, cumpriu com afinco.

Um investimento mensal orçado em mais de R$ 70 mil com recursos próprios do município. Atualmente, 11 ônibus estão transportando cerca de 680 estudantes tanto para a UEPB local, quanto para universidades e faculdades nas cidades de Bananeiras, Rio Tinto, Mamanguape, João Pessoa, nos três turnos, e para Campina Grande no turno da noite.

De acordo com o secretário de Educação Raimundo Macedo, a qualidade dos transportes, atrelado ao conforto oferecido aos estudantes é um fator de destaque, percebido por estudantes de outros municípios. Para os beneficiados, segundo Raimundo, é um importante serviço que a Prefeitura presta, contribuindo para a renda de seus pais e familiares.

Vale lembrar que, os interessados devem estar munidos de RG, CPF, Título de Eleitor, Comprovante de residência (em nome do universitário ou dos pais), além da Declaração da Universidade/Faculdade. Somente terão direito ao benefício os alunos guarabirenses e que façam graduação.
***
#Institucional #Política


Da assessoria da PMG

NO GIRASSOL II - Paraíba registra mais de 340 assassinatos em dois meses e três semanas de 2015

Imagem: Internet
A Paraíba (cerca de 3,9 milhões de habitantes) já registrou, nas três primeiras semanas de março, um total de 71 assassinatos. No ano, segundo informações do Ciop combinadas com a cobertura do noticiário policial, o número de mortes já ultrapassa 341, o que dá mais de quatro homicídios por dia ao logo de menos de três meses.

Para se ter uma ideia, foram assassinadas menos de 800 pessoas na França (cerca de 64 milhões de habitantes) em todo o ano passado. Aliás, os números da violência no Brasil foram motivo de vários pronunciamentos de escritores brasileiros durante o Salão de Livros de Paris. Paulo Lins (que escreveu Cidade de Deus e Desde que o samba é samba) afirmou que o País vive um clima de guerrilha.

Entre os brasileiros que vivem na França, o sentimento é de tristeza. Tereza Peixoto, que mora nos arredores de Paris há 28 anos, espanta-se com os números da violência num Estado como a Paraíba: “Não teria como criar meus filhos num clima de violência desse.”

Ranking – Nos últimos quatro anos, João Pessoa saltou de 29ª para 9ª, há dois anos, e para 4ª cidade mais violenta do mundo, segundo ranking de ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Publica y Justicia Penal, municípios onde não há guerras. Se em 2013, sua taxa de assassinatos era de 66,9 por grupo de 100 mil, no ano de 2014 saltou para 79,41 homicídios por grupo de 100 mil pessoas.


VEJA MAPA DO RANKING:
Clique na imagem para ampliar



Governo do Estado inicia aulas do PBVest em todo o Estado para mais de 10 mil inscritos

O primeiro dia de aula do Cursinho Pré-vestibular Social do Governo do Estado (PBVest) contou com a presença maciça dos alunos nos 49 polos dos 38 municípios da Paraíba, onde estão sendo realizadas as aulas neste sábado (21). Mais de 10 mil alunos já dispunham do material de acompanhamento das aulas distribuído pela Secretaria de Estado da Educação. De acordo com o coordenador do PBVest, Américo Falcone, a ação ocorreu dentro da normalidade e o livro com questões do Enem será entregue no início do mês de abril.

Foram oferecidas 12 mil vagas, destas vagas 6 mil são em polos de apoio presencial e 6 mil para acesso fora do polo presencial. As vagas do polo presencial serão ocupadas pelos primeiros 6 mil inscritos. Conforme Américo Falcone, as inscrições permanecem abertas para completar as vagas na modalidade à distância. “Os interessados ainda podem se inscrever pelo site www.pbvest.pb.gov.br. Os 12 mil inscritos terão direito ao recebimento do material didático”, explicou.

As aulas online acontecerão aos sábados, das 7h30 às 12h30, até 8 de novembro de 2015. Os conteúdos também serão disponibilizadas no portal pbvest.pb.gov.br a partir da segunda-feira subsequente a cada sábado, não só para os alunos, mas para o público em geral.

O curso do PBVest objetiva reforçar e ampliar os conhecimentos dos alunos do 3º ano do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e egressos das escolas da rede pública do Estado da Paraíba que pretendam concorrer às vagas dos cursos de graduação por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou de outros processos seletivos.

Os polos do PBVest estão localizados nos seguintes municípios: Alagoa Grande, Alagoa Nova, Alhandra, Araruna, Baía da Traição, Bananeiras, Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conde, Coremas, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, João Pessoa, Juru, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pedras de Fogo, Piancó, Picuí, Pombal, Princesa Isabel, Remígio, Rio Tinto, Santa Luzia, Santa Rita, São Bento, Sapé, Serra Branca, Soledade, Sousa, Sumé e Taperoá.



Fonte: Secom-PB